top of page

Energia Solar por Assinatura

Os planos de energia por assinatura chegaram para ficar e se antes a energia limpa era cara e restrita, agora existem soluções economicamente viáveis e sustentáveis que podem reduzir o valor pago mensalmente na sua conta de luz.

Tenha energia limpa e renovável sem a necessidade de obras e ainda economize até 15% no valor da energia elétrica!

Como Funciona

5passo.png
1passo.png
4passo.png
2passo.png
3passo.png
PRIMEIRO PASSO
A Geraforza Solar divide a usina em cotas

SEGUNDO PASSO
Ao assinar nosso plano, você contrata um lote de cotas das nossas usinas

TERCEIRO PASSO
A energia gerada é injetada na rede da companhia de energia em seu benefício.

QUARTO PASSO
A concessionária de energia continua medindo seu consumo de energia e irá compensar seus créditos na sua conta de luz.

QUINTO PASSO
Você pagará dois boletos, sendo um da companhia de energia e outro da Geraforza Solar, o qual a soma dos dois é sempre menor

Conheça nossos planos!

Escolha o plano de assinatura que melhor atende a sua empresa, comece a economizar o quanto antes e ainda se torne mais sustentável.

prata.png
ouro.png
bronze.png

Motivos para adesão

  • Zero capital investido.
  • Zero riscos para você e sua empresa.
  • Asseguramos que sempre pagará um valor menor de energia elétrica.
  • Contratos sem burocracias.
  • Estaremos sempre à disposição para esclarecimentos.
  • É necessário pagar algum valor na assinatura do contrato?
    Não, você só começará a pagar após a primeira compensação de créditos (desconto) em sua conta de luz.
  • Como minha conta de luz vai ficar mais barata?
    Ao assinar um plano da Geraforza Solar a concessionária de energia compensará na sua conta de luz o valor referente à energia injetada pela nossa usina de acordo com sua cota.
  • Vou pagar duas contas separadas?
    Sim. Contudo, quando você somar as duas contas, o valor será mais baixo do que o pago anteriormente para a concessionária de energia.
  • Existe algum risco em pagar mais caro na conta de luz?
    Não, o valor do boleto que você irá pagar é baseado na quantidade de créditos de energia que você recebeu no mês. Além disso, o contrato também lhe protegerá quanto a esse risco.
  • É possível cancelar o plano quando quiser?
    Sim, mas nos planos ouro e prata, para não pagar a multa, é preciso comunicar por escrito seu desejo de rescisão de contrato com 4 meses de antecedência ou aguardar o período mínimo de fidelidade. No plano bronze não tem multa, porém é necessário comunicar formalmente com 2 meses de antecedência.
  • A economia é a mesma em todos os meses?
    A economia é baseada sobre os créditos de energia que recebe em cada mês. Ela pode variar mensalmente, visto que a quantidade de sol em cada mês é diferente.
  • Como será o pagamento para a usina solar?
    Você receberá mensalmente um boleto de pagamento onde terá de forma clara e transparente qual foi a sua quantidade de energia gerada pela usina.
  • E se faltar luz?
    A concessionária continuará sendo a responsável, sendo necessário contatá-la informando o ocorrido.
  • Quem pode aderir aos planos de assinatura?
    Pessoa jurídica (PJ) estabelecido e em funcionamento em Minas Gerais
  • E se a conta de luz estiver no meu CPF?
    Fique tranquilo, nós lhe ajudaremos a transferir a titularidade para o CNPJ da sua empresa de forma bem simples.
  • Preciso fazer alguma obra ou instalação?
    Não. A energia gerada pelas Usinas Solares é injetada na rede da concessionária. Você só precisa escolher seu plano de assinatura.
  • Ao assinar o contrato serei dono das placas solares?
    Não, você receberá os créditos de energia na conta de luz que é definido com base no seu consumo médio dos últimos 12 meses.
  • Essa assinatura muda a relação com a concessionária de energia?
    Não, a CEMIG continuará responsável pelo fornecimento da sua energia e emitindo a conta de luz normalmente, porém terá a sua compensação dos créditos de energia gerados na usina solar equivalente à sua cota contratada.
  • Este é um negócio regulamentado?
    Sim, a geração compartilhada é regulamentada pela ANEEL pela Resolução Normativa n° 482 de 2012. ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) regulamentou essa atividade através da Resolução Normativa nº 482 de 2012, permitindo aos consumidores de energia elétrica de todo país produzirem sua própria energia elétrica, seja instalando um sistema solar no telhado da sua casa ou estabelecimento, seja participando de um consórcio de geração compartilhada.
bottom of page